Por que tantas sequências?

Olá leitores!
O assunto do artigo hoje é algo muito atual e que talvez você já tenha se perguntado algumas vezes: por que existem cada vez mais trilogias, duologias e sagas e cada vez menos livros únicos? É moda? Quais são as causas por trás disso? Será que isso é interessante para o autor iniciante (até rimou!)?
Vamos lá! Precisamos saber de algumas coisas para conseguir entender a febre dos livros com continuação. Antes de mais nada, como estamos em uma sociedade capitalista, as coisas são movidas pelo capital, ou seja dinheiro, quanto mais livros publicados, mais dinheiro para se receber. Outro ponto crucial é o fato de que cada dia mais nos apegamos aos personagens e queremos continuar a ler coisas sobre eles, então, o autor pode nem ter planejado uma continuação, mas pela pressão dos leitores às vezes escreve algo a mais para satisfazê-los. Outro fator a ser levado em consideração é que o mercado editorial é complicado para livros muito grandes, eles assustam ao leitor e deixam a impressão cara, alguns autores decidem, portanto, dividir suas obras para diminuir o valor final de venda e atrair mais leitores.
Então, fazer sequências é o ideal? Não necessariamente. A maioria das pessoas não indica livros sequenciais para autores iniciantes, pois estes podem se perder, acabar não tendo venda suficiente e a obra ficar interrompida sem ter um final. Outros aconselham a escrever um livro com início, meio e fim, mas que tenha algo que possa ser explorado em outras histórias. Na minha opinião, isso vai de caso para caso. Às vezes você já tem uma história que precisa ser longa e particionada para que tenha sentido e se você acredita nela, aposte! Como já disse várias vezes aqui, o mundo editorial e literário não é fácil, mas se esse é o sonho, trabalhe para que ele se concretize (sempre tendo um plano B, claro)!
Afinal, o que é melhor? Livros únicos ou em sequência? Não existe regra, pois isso se refere ao gosto, mas podemos dar algumas dicas para quem decidir escrever mais de um livro da mesma história. Se você percebeu que sua história vai precisar de mais de um volume, tente começar o segundo o mais breve possível, para não deixar seus leitores órfãos da continuação e para ter mais forças para continuar. Divulgue! Divulgue muito! Termine o livro com algo que deixe seu leitor faminto por mais, ele será o seu porta-voz para outros leitores, mas cuidado para não forçar demais nisso.
Se você prefere um livro único, não tem problema! Tente fazer com que ele seja inesquecível e bem amarrado para que seus leitores se sintam satisfeitos ao finalizá-lo.
Obrigada a todos que acompanham a coluna e caso tenham algum tema que queiram ver por aqui, comentem aí embaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *