Novos autores e plataformas de publicação

by:

Beatriz de CastroEm destaque!Mercado Editorial

 

Por Beatriz de Castro

Quem é escritor iniciante, e sonha em seguir essa carreira, já sentiu aquele frio na barriga ao pensar em mostrar os seus textos para alguém. Já pensou em como seria sua vida com um best-seller e passar a vida escrevendo, fazendo aquilo que mais gosta. Porém, a realidade bate à porta: como chegar lá? O mercado editorial não é tão simples de ser conquistado, se tornar conhecido é algo um tanto quanto complicado. Por onde começar? Sobre o que escrever? Para quem mostrar? Essas e outras dúvidas sondam a cabeça do jovem escritor e às vezes o levam a desistir. Entretanto, houve finalmente uma luz no fim do túnel: as plataformas de publicação virtuais, lugar no qual você publica seus textos, tem o retorno dos leitores, se faz conhecido e abre portas, quem sabe, para uma futura publicação em uma editora.

Conheci o Wattpad através de uma revisão, de um livro incrível por sinal, de Lúcia Lemos, a obra se chama Aika: A canção dos cinco. Inicialmente publicado no Wattpad, e após ganhar prêmios e se tornar destaque do gênero na plataforma, o livro foi publicado pela própria autora da Amazon, se tornando um dos mais baixados em menos de três meses. Mas, como isso foi possível? Através de uma rede de divulgação, busca e procura por livros desse gênero, Aika foi se tornando cada vez mais comentado e compartilhado, tendo, no momento deste artigo, quase 40 mil leituras na plataforma Wattpad. O livro, além de sua parte narrada, conta com ilustrações em formato mangá narra a história de Aika que é transportada para um mundo paralelo habitado pelos seus ídolos de mangá e precisa ajudá-los a defender sua pátria, o que atrai muitos fãs de cultura japonesa e nerd em si.

Muitas são as histórias ouvidas de escritores que conseguiram publicar com editoras a partir desta primeira divulgação virtual. Essas obras, se bem escritas e divulgadas, podem atrair uma multidão de leitores vorazes que podem votar, comentar e ainda participar de páginas de discussão no facebook ou em grupos do Wattpad sobre suas obras favoritas. Os prêmios que acontecem na plataforma também são muito disputados, tornando os seus vencedores verdadeiras celebridades neste mundo. Há especialistas, inclusive na área de revisão, capas e ilustrações para escritores do Wattpad.

Podemos perceber que embora o mundo esteja em constante evolução tecnológica, a literatura ainda tem o seu lugar cativo, que mesmo deixando um pouco de lado o papel e a brochura se espalha em dados nos celulares, tablets ou leitores digitais. O Wattpad não é a única plataforma em que pode se encontrar tais escritores iniciantes, ou não. Spirit, Nyah! E outros são especializados nas chamadas fanfics, histórias baseadas em outros textos, possuindo os mesmos personagens e/ou temas. Embora ainda haja certo preconceito sobre esse tipo de obra, o estilo cresce a cada dia, existindo vários exemplos de escritores que começaram com fanfics e se tornaram autores de best-sellers. O passo seguinte, dado pela maioria desses autores, é começar o faturamento de seu livro, seja por sites de e-book, seja por de auto-publicação e muitos narram a alegria de ter, de alguma forma, retorno financeiro por aquilo que mais amam fazer.

Portanto, se você sempre sonhou em ter aquele livro salvo na pasta do computador, na gaveta da escrivaninha ou no fundo da mente lido por outras pessoas, não deixe de tentar. Há cada vez mais espaço para o autor iniciante, porém este deve cuidar de sua obra como qualquer outro trabalho, se instruindo, se informando e investindo no mesmo, com pesquisas, revisões e discussões sobre o texto. Por mais que ainda seja difícil publicar com grandes editoras, nunca foi tão fácil ser lido como autor.

4 Replies to “Novos autores e plataformas de publicação”

  1. Concordo que nunca foi tão fácil ser lido como autor e sou testemunha disso! Acho que essa abertura traz a expansão da diversidade de gêneros literários e pode ser usada como força para divulgar a nossa Literatura para o nosso próprio público que fica muitas das vezes limitado aos livros traduzidos pelas grandes editoras e acaba criando certo preconceito com os nacionais.

    • Beatriz de Castro disse:

      Com certeza! Isso faz com que a gente descubra novos talentos e mostre que o brasileiro também escreve e também lê. É muito bom para quem achava que nunca teria uma chance de mostrar o seu trabalho.

  2. Elis disse:

    Amei. Esclarecedor e Motivante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *