Manhêee, tô na Bienal!!!

by:

Elisângela MedeirosEm destaque!

Oi pessoal!!! Hoje eu vim falar da XVII Bienal Internacional do Rio.  Evento em  que, por muitas edições, fui como Professora. Sempre sonhava em ver meu livro em uma das prateleiras da Bienal. Esse ano realizei o sonho. Fui como escritora!!!

Como vocês sabem, sou escritora novata. Escrevo desde o nascimento de meus filhos, mas somente em junho desse ano lancei o meu primeiro livro infantil: Quem eu sou? (Editora Litere-se, 2017). Queria muito participar porém, com a grana curta, estava meio improvável. O primeiro passo foi a inscrição no site da APPAI, para participar da Bienal como professora-escritora, em um bate papo literário e na divulgação do livro! A torcida foi grande. Amigos, professores, alunos, familiares e leitores, todos estavam envolvidos na torcida para que eu fosse selecionada.

Até que no dia 04 de agosto recebi o e-mail da Redação APPAI, confirmando minha presença e participação para o dia 10 de setembro, às 17h, no Pavilhão Azul 06. Grito, choro, alegria, um misto de tudo, ao ler aquele e-mail.

— Uhullll Nova Iguaçu, vou pra Bienallll!!!

Pensei que estava tudo resolvido, mas o email estava informando que no estande não seria permitida a venda do livro, então começou a peregrinação para achar um estande perto da APPAI e o da Editora PenDragon, seria perfeito! Pavilhão Azul, H33.

Moro na Baixada Fluminense, Nova Iguaçu, bem longe do Rio-Centro. Gostaria de ir todos os dias de Bienal, mas minha vida de professora e mãe me permitiu participar somente de dois dias, e nem por isso me senti distante, quem tem família e amigos tem tudo!

Começando por minha amiga, Creuza Godoy, levando meus os livros na editora. Por que dirigir no Centro do Rio, é somente para os bons. Um dia chego lá!

No dia 31 a Bienal iniciou as 14:00H, coração acelerado!!! Reportagem na TV e eu queria notícias. Quando minha amiga Beatriz de Castro, autora de Pietra e Belas Monstruosidades, me envia pelo Whatsapp uma foto. Quando abri era Quem eu sou? na prateleira. Ploft!!!

— Se chorei? Com certeza!!!

Fiquei acompanhando Pelo Facebook o meu estande e em todas as fotos, aparecia a capa  verde, no meio dos outros livros!! Que lindoooo!!!  Compartilhei a foto com todos e aí começou a minha estréia na Bienal!!!

— Genteeee, para tudo! Meu livro na Bienal!!!!

Comecei uma promoção e pedidos. Quem for a bienal e tirar fotos com o meu livro vai ganhar brindes!!! E para minha surpresa, recebi várias fotos e muito carinho!!!! Amigos me parabenizando, compartilhando e eu vivendo tudo isso aqui em my house!

No dia 03 de setembro recebo uma mensagem de  Thiago Kuerques autor de Terrritório, me dando a notícia:

— Estamos no Jornal O DIA, saímos na matéria: Escritores da Baixada no Universo literário, com outros escritores dentre eles Lu Ain Zaila autora da Duologia Brasil 2408: (In) Verdades e (R) Evolução, Adriana Igrejas autora de A Babá Gótica e A fórmula da Vida e Sérgio Douglas autor de O menino de Boa Esperança Quase caí dura!!! Gritei, chorei e saí correndo para comprar o jornal e guardar essa matéria com todo o carinho do mundo.

Os dias passavam lentamente e enfim chegou o dia 06 de setembro. Dia em que acompanhei minha escola em excursão para a Bienal e às 11h seria minha manhã de autógrafos. Chegando no pavilhão verde, fiz o credenciamento. No meu crachá de identificação estava escrito – Elisângela Medeiros – AUTORA. Colocá-lo no pescoço, foi como ganhar uma medalha de ouro, só minhas irmãs e amigas próximas sabiam desse meu sonho. Coração acelerado. Me despedi de meus alunos e equipe de professores e fui para o Pavilhão azul, H33. Atravessei o pavilhão verde e fui direto para o azul. Cada rua que se aproximava, meu coração ficava mais acelerado e a boca seca sem saliva alguma.

Pavilhão azul, H33, entrei no Estande, fui direto em direção ao meu livro na prateleira, peguei-o na mão, o abracei e comecei a chorar. Josue Matos, Editor da PenDragon se aproximou, e perguntou se eu estava bem, se precisava de ajuda. Não parava de chorar, ele pediu que pegassem água pra mim, bebi, e fui me acalmando, quando consegui me apresentar.

—Bom dia, sou Elisângela Medeiros, Autora de Quem eu sou? Estou pela primeira vez em uma Bienal como escritora. Recebi o melhor abraço do dia, O estande estava com alguns escritores como José Miguel autor de A Esfinge e a Benu, Priscila Gonçalves autora de Alys- Elemento Alpha  e Allison Roberto autor de Aos Olhos de Ayo, todos foram uns fofos comigo.

Demorou um pouco para eu aterrissar, estava meio aérea, não sabia o que fazer direito, só observava, com um sorriso enorme. Peguei meus marcadores lindos e fui conversar com meus companheiros de estande e os leitores que chegaram.

O tempo na Bienal é diferente do tempo fora da Bienal, passa muito rápido, 10.50h comecei a arrumar a mesa para receber meus futuros leitores e sessão de autógrafos.

Que momento incrível. Meus alunos foram chegando e me prestigiando. Fotos, autógrafos, beijos e abraços. A escola que trabalhei por 5 anos também estava lá. E para o meu delírio também foram me prestigiar. Muito amor envolvido!!!

Minha sessão de autógrafos acabou, já era hora do almoço, almocei correndo e  voltei para o estande. A hora voou.  Fui a alguns estandes, prestigiei alguns amigos e já era hora de voltar pra casa. Caramba! Nem deu tempo de aproveitar a Bienal e comprar um livro, mais voltaria no dia 10/09 o que me confortou.

Enfim, dia 10/09, domingo, último dia de Bienal!  Obaaa! Dia de Bienal em família e de promoção!  O orgulho de ver Quem eu sou? Na Bienal ficou estampando no rosto de cada um, afinal “sonho que se sonha junto, vira realidade” e era a realização de toda a família! Marido, filhos, irmãs, cunhados, sobrinhos, amigos. Vamos celebrar!

Nosso 1º encontro foi no H33, depois fomos ao Estande Appai para o bate papo com a amiga escritora Eva Correia Derossi autora que tem 5 livros publicados com lançamento na Bienal livro “O que não te disse, agora te escrevo”. Que chique!!! Me senti prestigiada e valorizada. Obrigada Appai por valorizar os professores escritores. Teve plateia, perguntas, respostas e muita emoção é claro!!! O sonho de minha primeira bienal foi realizado. E sou grata a Deus e a todos que ajudaram e divulgaram. Amo vocês!

Chegou a hora de ir embora. A emoção de ver meus filhos e sobrinhos escolhendo os próprios livros, sentarem no chão pra ler no meio da Bienal e viverem tudo isso comigo, não tem preço!!!

Acabou a Bienal e eu estou cheia de fotos, livros e lindas recordações.

Vem logo XVIII!!! Que estarei preparada para viver tudo isso e muito mais!!!

Quer acompanhar as fotos e vídeo da Elisângela Medeiros na Bienal?

Acesse:

Facebook: Eliscritora Elisângela Medeiros

Intagran: @eliscritora

2 Replies to “Manhêee, tô na Bienal!!!”

  1. Rosângela Medeiros da Silva dos Santos disse:

    Vc merece tudo de melhor !!!!! 2018 com nova publicação!!!! O meu já está garantido. Beijoooo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *