H.P. Lovecraft’s Re-Animator, A Hora dos Mortos Vivos

Acabei de falar sobre um conto de H.P. Lovecraft chamado Herbert West – Re-animador. Publicado em capítulos entre 1921 e 1922, é uma história de Lovecraft  odiada por muitos fãs desse autor e até pelo próprio Lovecraft! A história não segue o padrão estabelecido pelo próprio autor, onde o medo e a ameaça são proveniente de seres cósmicos que desafiam a compreensão humana e são capazes de enlouquecer qualquer mortal.

A parte engraçada disso tudo é que a “pior” história escrita por H.P. Lovecraft gerou o melhor filme baseado na sua obra.

 

Nota: Quando falo sobre o melhor filme baseado em Lovecraft não estou considerando Enigma de Outro Mundo (The Thing, 1982) nem  À Beira da Loucura (In the Mouth of Madness, 1994), ambos dirigidos por John Carpenter. Apesar de não serem diretamente baseados em nenhuma história escrita pelo Cavalheiro de Providence, os dois possuem elementos lovecraftianos em um nível excelente+1. Se você conhece um pouco dos contos de Lovecraft, não tem como assistir nenhum desses excelentes filmes sem pensar nos horrores  indescritíveis tão presentes nas histórias desse autor.

 

Enfim, o filme Re-Animator foi lançado em 1985. Aqui no Brasil ainda recebeu o incrível (!?) subtítulo de “A Hora dos Mortos Vivos”. Uma pequena observação: na época era comum que filmes e livros de terror recebessem em seus títulos “A Hora” ( A Hora do Espanto, A Hora do Pesadelo, a Hora do Espanto, A Hora dos Mortos Vivos, A Hora do Lobisomem, A Hora do Vampiro…). Da mesma forma, “muito louca” ou “deu a louca” eram usados para nomear os filmes de comédia. Anos 80… Bons tempos….

 

reanimator

 

A história do filme segue dois estudantes de medicina, Dan Cain (Bruce Abbott) e Herbert West (Jeffrey Combs). Esse último, tal como sua contraparte literária, está empenhado em provar que tecidos mortos podem ser trazidos de volta à vida com um reagente que ele desenvolveu. De situação em situação, a dupla acaba se enfiando em um pesadelo de horror, corpos reanimados, sangue, vísceras e aquele humor típico dos filmes B dos anos 80.

517i6TUvNXL._SY445_Re-Animator recebeu muitas críticas favoráveis quando foi lançado – uma façanha pra qualquer filme de terror da época – e hoje tem status de filme cult e uma legião de fãs de várias idades. Contribuiu pra isso o diretor Stuart Gordon, que soube dosar humor e terror/horror, o produtor Brian Yuzna, e principalmente o protagonista, Jeffrey Combs. Re-Animator foi o primeiro filme em que ele foi um dos protagonistas. E soube aproveitar muito bem o papel. Graças à Herbert West, Combs se tornou uma figura lendária entre os fãs do horror/terror. Combs soube defender o papel  do Dr. Herbert West de forma brilhante, dando vida a um cientista louco e intimidador sem deixá-lo parecido com um personagem de desenho animado. Ele aparenta mesmo ser um daqueles sujeitos que, apesar do ar contido, estão a um passo de deixar a sanidade escapar por entre os dedos. Ele consegue ser ao mesmo tempo bizarro e comum. Combs, um fã declarado de filmes de terror/horror e ficção científica, já estrelou vários filmes baseados na obra de Lovecraft, além de ter interpretado o próprio autor (Necronomicon, 1994) e até Edgar Allan Poe.

 

 

Se você quer conhecer mais dos clássicos B dos anos 80, esse aqui não pode faltar na sua lista. Aproveite logo pra assistir antes que “eles” resolvam refilmar e encham de jumpscares, CGI e transformem Herbert West em um alienígena. Ok, essa última parte é exagero… Mas vai saber…

 

Para saber um pouco sobre o conto que deu origem ao filme, clique aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *